China: Economia deverá crescer mais de 11 por cento no quarto trimestre

13 November 2007

Pequim, China, 13 Nov – A economia da China deverá manter o elevado ritmo de crescimento até final do ano, com um instituto estatal de investigação a prever uma expansão superior a 11 por cento no último trimestre, noticiou segunda-feira a imprensa estatal chinesa.

Cálculos do instituto, o Centro de Informação Estatal, apontam para uma expansão do produto interno bruto chinês (PIB) de 11,2 por cento entre Outubro e Dezembro de 2007, contra 11,5 no terceiro trimestre do ano, segundo o jornal económico China Securities Journal.

A China já aumentou as taxas de juro cinco vezes ao longo do ano e, durante o passado fim-de-semana, anunciou o nono aumento das reservas bancárias, a quantidade de dinheiro que os bancos comerciais devem depositar no banco central.

O Centro de Informação Estatal prevê um crescimento de 11,4 por cento do PIB chinês no total de 2007, com uma inflação de 4,6 por cento, contra apenas 1,5 por cento em 2006.

O excedente comercial chinês atingiu 27,1 mil milhões de dólares em Outubro, segundo dados do Departamento Estatal de Alfândegas da China.

O excedente acumulado é de 212,4 mil milhões de dólares nos primeiros dez meses do ano, mais 59 por cento do que no mesmo período em 2006, altura em que a China já tinha registado um excedente recorde de 177,5 mil milhões de dólares.

A fazer crescer o excedente, as exportações chinesas aumentaram 22,3 por cento, para 107,7 mil milhões de dólares, com as importações a subirem 25,5 por cento, para 80,7 mil milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH