Moçambique: Banco Mundial vai apoiar projectos de gestão macroeconómica

14 November 2007

Washington, Estados Unidos da América, 14 Nov – O Banco Mundial anunciou terça-feira que vai apoiar com 70 milhões de dólares projectos de gestão macroeconómica, governação e desenvolvimento económico em Moçambique, tendo em vista o combate à pobreza.

A administração pública será a principal beneficiária, no reforço da gestão macroeconómica, com cerca de 40 por cento do total de investimento previsto, refere o programa indicativo divulgado em Washington.

Está contemplada a continuação da aplicação do sistema informático de administração financeira do Estado (e-SISTAFE), fortalecimento da autoridade tributária, criação da central de compras do Estado e aumento da cobertura e eficiência dos organismos de auditoria interna e externa.

No âmbito da governação, está prevista a realização de um censo para determinar o número de funcionários públicos, um primeiro passo para criar um sistema integrado de gestão das remunerações.

Quanto ao desenvolvimento económico, refere o documento, o objectivo é “apoiar os esforços do governo para aumentar o investimento na manutenção e reabilitação de estradas, expansão da área irrigada e do número de agricultores que beneficiam de serviços de extensão, para aumentar a adopção de novas tecnologias”.

O sector primário moçambicano deverá receber perto de 20 por cento das verbas, parcela igual à da administração regional e o dobro do previsto para a indústria e comércio (10 por cento) e sector financeiro (10 por cento).

Esta fase tem a designação de Quarto Crédito de Apoio à Redução da Pobreza (PRSC-4, na sigla inglesa) e tem como principal objectivo apoiar o programa governamental com o mesmo fim, PARPA II. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH