Angola: Somague vai liderar consórcio com Mota-Engil para estádio da Huíla

15 November 2007

Lisboa, Portugal, 15 Nov – A Somague, construtora portuguesa do grupo Sacyr Vallehermoso, vai liderar o consórcio com a Mota-Engil para construção do Estádio do Lubango (Huíla), informou quarta-feira em Lisboa a agência noticiosa portuguesa Lusa.

Citando uma fonte não-identificada, a agência adianta ter sido assinado a 31 de Outubro passado o contrato com Ministério das Finanças angolano para a construção do estádio de 35 mil lugares e com um custo de 225 milhões de dólares.

À espera de aprovação está um outro projecto apresentado pelo mesmo consórcio, para construção de um estádio de ciquenta mil lugares em Luanda.

O cliente desta segunda obra, que não deverá ser usado no CAN 2010, é a petrolífera estatal Sonangol, disse à agência a mesma fonte.

No projecto da Huíla, Somague e Mota-Engil terão participações iguais, mas o acordo prevê que a primeira tenha liderança do projecto.

A Martifer, fabricante de estruturas metálicas controlada pelo grupo Mota-Engil, terá uma participação inferior à das construtoras e a Arquidesign, empresa angolana de projectos, uma pequena participação no consórcio, segundo a mesma fonte.

A construção dos quatro estádios para o Campeonato Africano das Nações foi atribuída por ajuste directo pelo governo angolano.

O maior dos estádios a construir, o de Luanda, com capacidade para 50 mil pessoas, menos 10 mil do que o inicialmente previsto, foi adjudicado à chinesa China Electronics Import & Export Corporation (CEIC), em consórcio com as britânicas Urbinvest e Arup Sport-Ar, com projecto da autoria do gabinete de arquitectura português Mário Sua Kay.

O mesmo consórcio vai edificar o Estádio de Benguela, infra-estrutura para 35 mil pessoas, segundo relatava recentemente o Jornal de Angola.

O quarto estádio, de Cabinda, é o mais pequeno – 25 mil lugares – e o projecto está entregue à Coreangol – Engenharia e Construção e a Architects Associates, onde participam empresas angolanas e sul-coreanas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH