Moçambique: Apenas 53 dos 128 distritos ligados a Cahora Bassa

15 November 2007

Maputo, Moçambique, 15 Nov – A rede eléctrica de Moçambique, tendo por base a hidroeléctrica de Cahora Bassa, fornecia energia às capitais de 53 dos 128 distritos do país no final de 2006, afirmou quarta-feira em Maputo no parlamento o ministro da Energia, Salvador Namburete.

Respondendo a questões colocados pelos deputados, Namburete disse que quatro distritos recebem energia das redes dos países vizinhos (Malawi e Zimbabwe) e outros três a partir de centrais de gás natural na província de Inhambane.

Os restantes 67 distritos dependem de geradores a gasóleo ou de painéis solares, o que significa que não dispõem de electricidade 24 horas por dia.

O ministro disse ainda que este ano mais 10 distritos estão a ser ligados à rede eléctrica nacional e o número previsto para 2008 é de 11.

A empresa pública Electricidade de Moçambique (EDM) ligou 85 mil novos consumidores em 2006 e mais 43 mil no primeiro semestre de 2007.

De acordo com o ministro, a EDM tem agora 458 mil clientes pelo que 2 milhões de pessoas ou 10 por cento da população têm acesso a energia eléctrica.

Por outro lado, o ministro da Energia lamentou que os esforços que estão a ser desenvolvidos para levar energia eléctrica às populações estejam a ser postos em causa pelo continuado roubo de cabos eléctricos e outro equipamento, que dão uma prejuízo anual à EDM de 8 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH