Moçambique: FMI considera “forte e robusto” o crescimento económico do país

23 November 2007

Maputo, Moçambique, 23 Nov – O Fundo Monetário Internacional (FMI) está satisfeito com “o crescimento forte e robusto” que a economia moçambicana está a registar este ano, disse quinta-feira em Maputo o director-assistente do FMI para África, Jean Clement.

Depois de uma visita a Moçambique, para uma avaliação da economia e discussões com as autoridades sobre futuros apoios, Clement concluiu que o bom registo da economia do país foi determinado pelo aumento “acima das expectativas” da colecta das receitas fiscais”.

Condicionada por “uma política fiscal e monetária prudente”, a inflação fechará este ano igualmente em bom plano, mantendo um comportamento a um dígito, como tem acontecido nos últimos anos, assinalou o director-assistente do FMI para África.

Para Jean Clement, o programa de reformas do governo está a ser um sucesso, principalmente no que diz respeito ao reforço da gestão das despesas públicas, através da aplicação do Sistema de Administração Financeira do Estado (SISTAFE).

A estratégia das autoridades moçambicanas para reduzir os custos de fazer negócios no país e para alargar a base tributária também estão a resultar, refere o FMI. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH