Moçambique: Novo banco ligado a empresário de Macau arranca no primeiro trimestre de 2008

23 November 2007

Lisboa, Portugal, 23 Nov – O Banco de Moçambique autorizou a abertura do Moza Banco, instituição que tem como accionista a Geocapital do empresário de Macau Stanley Ho, informou quinta-feira em Lisboa a agência noticiosa portuguesa Lusa.

Citando uma fonte não-identificada, a agência adianta que o Moza Banco vai actuar na área do investimento e oferecer serviços especializados de “corporate” (empresas) e “private banking” (gestão de activos), devendo começar a operar, com a abertura de balcões, durante o primeiro trimestre de 2008.

A nova instituição financeira é um projecto de raiz moçambicana, que tem como accionistas de referência a Moçambique Capitais, uma sociedade local, e a Geocapital, sociedade com sede em Macau, que tem como accionistas fundadores os empresários de Macau e português, Stanley Ho e Jorge Ferro Ribeiro, respectivamente, disse a fonte citada.

O economista moçambicano Prakash Ratilal, antigo governador do Banco de Moçambique, é o presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, enquanto o empresário, também moçambicano, Carlos Simbine, vai presidir à Mesa da Assembleia Geral.

A Moçambique Capitais – prosseguiu – tem uma participação de 51 por cento no capital do Moza Banco e agrega mais de centena e meia de investidores privados, quase todos pessoas individuais e empresas de Moçambique.

Já a Geocapital, com uma participação de 49 por cento no capital do Moza Banco, foi concebida como instrumento empresarial para a realização de investimentos no quadro da singularidade histórica que faz daquele território uma plataforma privilegiada para a cooperação económica entre a China e os Países e Territórios de Expressão Portuguesa, disse. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH