Angola: Estudo coloca Luanda como a cidade mais cara do mundo

27 November 2007

Singapura, 27 Nov – A capital angolana, Luanda, é a cidade mais cara do mundo para trabalhadores expatriados, revela um estudo da empresa de recursos humanos ECA International, segunda-feira divulgado em Singapura.

Luanda é seguida por Oslo, Moscovo, Stavanger (Noruega), Copenhaga, Kinshasa, Seul, Libreville (Gabão), Genebra e o centro de Londres, no 10º lugar.

O estudo baseia-se nos preços dos últimos 12 meses de um cabaz de 128 bens de consumo e serviços habitualmente adquiridos por expatriados em 300 locais do mundo, sendo estes dados usados pelas empresas para calcular as ajudas de custo pagas a funcionários no estrangeiro.

Entre estes itens estão alimentos (lacticínios, carne e peixe, fruta fresca e vegetais), bebidas e tabaco, serviços, roupa, electrodomésticos, automóveis e peças, além de refeições em restaurantes.

Um outro estudo divulgado na semana passada pela consultora imobiliária Worx apontava as carências de novos projectos de habitação de qualidade “à excepção dos espaços destinados aos colaboradores das empresas relacionadas com o petróleo”, como causa dos altos preços de compra e arrendamento que se registam na capital angolana, dos mais altos em África.

“Com a elevada procura, as rendas atingiram valores recorde no continente africano”, com os valores das “prime rent” mensais (renda de zona de referência) de T5 rondar 12 mil dólares por metro quadrado.

A Worx explicava aqueles valores como o resultado de 27 anos de guerra civil em Angola (1975-2002), a que se associa a falta de investimentos nos últimos anos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH