Moçambique: Portugal cederá de imediato 5 por cento de Cahora Bassa

28 November 2007

Songo, Moçambique, 28 Nov – Portugal irá disponibilizar de imediato a Moçambique cinco por cento da participação de 15 por cento que reteve na Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), afirmou terça-feira no Songo o ministro das Finanças português.

Nos termos do acordo assinado para a alteração da estrutura accionista da HCB, Moçambique vê a sua participação passar de 18 para 85 por cento enquanto Portugal passa de 82 para 15 por cento, tendo ainda de ceder 5 por cento a uma entidade que o Estado moçambicano venha a indicar.

Falando a jornalistas, Teixeira dos Santos disse que, relativamente aos restantes 10 por cento, Portugal tomará “em tempo oportuno a medida que entender tomar pois, sendo uma participação financeira, disporá dela como bem entender, quanto entender”.

Ainda na terça-feira, a assembleia geral da HCB elegeu os novos corpos directivos, tendo o moçambicano Paulo Muxanga sido escolhido para presidente do Conselho de Administração e tendo ainda ocorrido a nomeação por Moçambique de seis administadores e por Portugal de dois. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH