Cabo Verde: Empresa luso-britânica constrói complexo de escritórios na cidade da Praia

29 November 2007

Praia, Cabo Verde, 29 Nov – O investimento imobiliário em Cabo Verde tem sido centrado no turismo pelo que vamos construir na Praia um complexo de escritórios, lojas e apartamentos, afirmou terça-feira Vasco Oliveira Santos, da empresa Comat – Companhia Atlântica.

Representando um investimento de 25 milhões de euros, o projecto, denominado Edifício Santiago, vai arrancar em finais de Março de 2008 com o prazo de conclusão das obras para o terceiro trimestre de 2009, indo ser implantado numa zona com 21 mil metros quadrados junto à marginal da cidade capital.

“A ideia do projecto surgiu porque há em Cabo Verde um mercado potencial para escritório e, além disso, é um país em crescimento, que oferece uma estabilidade política e cambial sem paralelo em toda a África”, justificou o responsável da Comat, empresa com capitais britânicos e portugueses.

A construção será toda em metal e vidro, com duas caves para estacionamento em betão, uma vez que falta areia para a construção no país.

As estruturas metálicas chegarão ao país já semi-preparadas, referiu o responsável, acrescentando que a componente vidro será apenas a necessária para a iluminação interior, por Cabo Verde ser um país de muito calor e sol e por isso contraproducente a utilização do vidro em demasia.

Maria Luísa Neves, a engenheira responsável pela execução da obra, frisou também, na apresentação do projecto, que o mesmo se integra numa área que está a ser requalificada e que será no futuro especialmente dirigida para as áreas de comércio, serviços e lazer. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH