Timor-Leste: Sector privado chinês interessado em investir no país

3 December 2007

Pequim, China, 03 Dez – As boas relações diplomáticas com a China, a estabilidade política e o crescimento económico em Timor-Leste são razões que atraem o investimento chinês, garantiu sexta-feira em Pequim o ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros chinês.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa por ocasião do 5º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países e o dia nacional de Timor-Leste (dia 28 de Novembro), Li Hui afirmou que Timor-Leste representa um “grande potencial de investimento privado e cada vez mais empresários chineses estão interessados em investir no país”.

Li Hui referiu que no ano passado “as trocas comerciais entre a China e Timor-Leste atingiram os 17 milhões de dólares, que embora não seja um valor muito elevado, é um bom começo” para uma cooperação cada vez mais próxima.

Por seu turno, o embaixador de Timor-Leste em Pequim, Olímpio Miranda Branco, disse que “há muitas propostas do sector privado chinês para investimento nos sectores da banca, turismo, pescas, agricultura e comércio em Timor-Leste”.

O valor do apoio chinês a Timor-Leste “é de 40 milhões de renminbis e tem sido sobretudo aplicado nas áreas de agricultura, infra-estruturas e saúde, bolsas de estudo, programas bilaterais de formação”, acrescentou.

A China tem colaborado na reconstrução de Timor-Leste, financiando projectos como a construção do Palácio Presidencial e a formação de quadros civis tendo, só este ano, mais de 100 quadros timorenses recebido formação na China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH