Angola: Encontro sobre sector privado recomenda diversificação da economia

13 December 2007

Luanda, Angola, 13 Dez – Os participantes do encontro nacional sobre o sector privado recomendaram quarta-feira, em Luanda, ao governo de Angola que ajude a diversificar a economia, a fim de evitar os efeitos da dependência dos sectores petrolífero e diamantífero.

Concluíram ainda que o compromisso entre o governo e o sector privado para o aperfeiçoamento do clima de investimentos é uma condição necessária para acelerar o processo de reconstrução e de desenvolvimento do país.

Recomendaram igualmente a continuidade da reforma tributária, visando sobretudo a dupla tributação e o constante desenvolvimento dos serviços alfandegários, de modo a se evitar os constrangimentos desnecessários no desalfandegamento das mercadorias.

A simplificação do processo de legalização, registo e licenciamento das empresas e do sector informal, assim como a redução do valor dos emolumentos, foram outras das recomendações do Encontro Nacional sobre o Sector Privado, que durou dois dias.

O encontro realizou-se sob o lema “Por uma maior sinergia entre o governo e o sector privado” e visou, entre outros fins, abordar as oportunidades e desafios para o desenvolvimento das associações do sector e identificar os constrangimentos à actividade empresarial.

Participaram no evento, que teve o patrocínio da Chevron e o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), representantes de ministérios, das câmaras provinciais, associações empresariais e académicos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH