Brasil: Exportação de carne suína para Hong Kong cresce 41,87 por cento até Novembro

13 December 2007

São Paulo, Brasil, 13 Dez – As exportações brasileiras de carne de porco para Hong Kong cresceram 41,87 por cento na comparação dos 11 primeiros meses de 2007 com período homólogo de 2006, de acordo com dados obtidos pela macauhub junto de uma entidade do sector.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Hong Kong comprou, entre Janeiro e Novembro de 2007, 95.403 toneladas de carne de porco brasileira, o equivalente a 150 milhões de dólares.

Apenas em Novembro, a região administrativa especial consumiu 8.990 toneladas de porco brasileiro, avaliadas em 15,2 milhões de dólares.

Hong Kong é, actualmente, o segundo maior comprador de carne suína do Brasil, atrás apenas da Rússia. A região absorve 17,55 por cento do volume e 13,97 por cento do valor total de carne de porco exportada pelo Brasil.

A Abipecs destacou o crescimento das exportações para Hong Kong e mostrou-se optimista em relação à diversificação do mercado de carne suína brasileira.

“O mercado da Rússia continuou o mais importante e responsável pelas boas e más surpresas. Felizmente, aos poucos, diminui a dependência exagerada do passado, representando a Rússia hoje 44,5 por cento das exportações brasileiras”, afirmou a associação em informe enviado à macauhub.

O Brasil é o quarto maior exportador mundial de carne suína — atrás de União Europeia, Estados Unidos e Canadá.

Entre Janeiro e Novembro de 2007, o Brasil exportou 543.511 toneladas, um aumento de 12,22 por cento em relação ao mesmo período de 2006. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH