Angola: Instituto de Pesca distribui 400 embarcações em 2008

18 December 2007

Luanda, Angola, 18 Dez – O Instituto de Pesca Artesanal e da Aquacultura de Angola vai distribuir, em 2008, 400 embarcações para pesca marítima e duas mil canoas para pesca continental, das quais 1000 são motorizadas, afirmou segunda-feira em Luanda o seu director.

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop, Agostinho Caholo Duarte disse que as 400 embarcações são provenientes de Espanha, África do Sul e China, enquanto das duas mil canoas, mil e 500 serão fabricadas em Luanda e 500 na China.

Em relação à pesca continental, disse que o material, que começou a chegar a Angola, é constituído por equipamentos de artes de pesca como redes, anzóis fios, pregos, agulhas, bússolas, entre outros.

Informou que a distribuição do equipamento faz parte do programa do Governo de relançamento do sector da pesca artesanal e marítima e do fomento da pesca continental, iniciado em 2006 e que termina em 2010.

Para 2008, Agostinho Caholo Duarte afirmou que se prevê, em termos de pesca artesanal, capturas na ordem de 120 mil toneladas/ano contra as 100 mil de 2007, enquanto para a pesca continental, em que se aposta no melhoramento do sistema de dados e da frota, estima-se atingir as 50 mil toneladas/ano contra as 30 mil deste ano.

O Instituto de Pesca Artesanal e da Aquacultura tem por missão o transporte de material de pesca para as províncias e velar pelo funcionamento das estruturas de pesca, cooperativas e centros de apoio à pesca artesanal. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH