Angola: Alfândegas contratam fornecimento de equipamento à chinesa Nuctech Company

2 January 2008

Luanda, Angola, 02 Jan – A Direcção Nacional das Alfândegas (DNA) e a empresa chinesa Nuctech Company Limited assinaram, em Luanda, um contrato misto de fornecimento e manutenção de equipamentos de “scanning” e de prestação de serviços de formação profissional.

No valor de 43 milhões de dólares, o acordo foi assinado segunda-feira, tendo sido rubricado pelo director nacional dos Serviços Aduaneiros, Sílvio Burity, e pelo representante da referida empresa chinesa, Vincent Miclet.

O contrato prevê a aquisição de doze “scanners”, três dos quais do tipo MB121DE, que permite efectuar inspecções não-intrusivas de contentores, que ficarão um no porto do Lobito e dois no de Luanda.

Os outros são “scanners” móveis que servem para inspeccionar mercadorias transportadas por camiões – destinadas aos postos fronteiriços de Santa Clara e de Katwiti e ao porto de Luanda.

Será ainda adquirido um “scanner” do tipo AC6000 para carga em paletas, a ser fixado no Terminal de Carga de Luanda, e cinco “scanners” do tipo MX9080T, para bagagens de mão e pequenas embalagens, dois dos quais destinados ao Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro e os restantes aos aeroportos de Cabinda, do Lubango e de Luanda (voos domésticos).

No final do acto, o director da DNA recordou que o país necessita de tais equipamentos modernos para que a tramitação e desalfandegamento de mercadorias se torne mais célere, mas também com garantias de maior segurança, sendo que uma das tarefas essenciais das Alfândegas é o combate à fraude, à evasão fiscal e à entrada no país de mercadorias proibidas.

A Nuctech Company Limited é uma empresa centrada na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de inspecção de segurança que teve a sua origem na Universidade de Tsinghua. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH