Moçambique: Fundação Carr vai continuar o apoiar Parque da Gorongosa

4 January 2008

Maputo, Moçambique, 04 Jan – A fundação norte-americana Carr comprometeu-se em aplicar 30 milhões de dólares nos próximos dez anos no Parque Nacional da Gorongosa, afirmou à agencia noticiosa moçambicana AIM o ministro do Turismo, Fernando Sumbana.

Esse dinheiro, continuou o ministro, será aplicado na renovação da fauna do parque, na construção de três acampamentos para turistas, dois dos quais de lixo, e na formação dos guardas florestais e do restante pessoal.

Sumbana disse ainda que desde 2005 a Fundação Carr já aplicou seis milhões de dólares, que “foram usados na criação das condições básicas de funcionamento do parque”, tais como o desenvolvimento de infra-estruturas básicas.

O ministro adiantou que o governo já identificou um parceiro para gerir o parque e impedir a sua degradaçao.

E sublinhou que a Gorongosa tem características “muito especiais”, como não menos de 54 eco-sistemas, incluíndo o lago Urema, o rio Pungué, o planalto Cheringoma e a própria zona montanhosa Gorongosa.

A previsão governamental é que a partir do quinto ano após a sua recuperação, o Parque Nacional da Gorongosa começe a receber 500 mil turistas por ano proporcionando receitas de 75 milhoes de dólares, tendo por base uma permanência média de três dias e um custo diário de 50 dólares.

O parque da Gorongosa, que foi praticamente destruído durante a guerra civil, foi encerrado em 1982 e mesmo após o final da guerra civil era uma zona de actuação dos caçadores furtivos tendo, apenas em 1995, o governo começado a reestabelecer a sua autoridade sobre o parque. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH