Angola: Grupo alemão quer transformar lixo em energia

15 January 2008

Luanda, Angola, 15 Jan – O grupo alemão Branco Ferreira Management Services pretende encontrar um parceiro angolano para instalar em Angola uma unidade para aproveitamento de lixo para a geração de energia, disse ao Jornal de Angola Adão Branco Ferreira.

“Temos o financiamento, a tecnologia e o know-how. Estamos apenas à procura de um parceiro credível, angolano, para iniciarmos então a instalação da unidade”, frisou Adão Ferreira, acrescentando que do projecto faz parte uma companhia alemã especializada no sector.

O empreendimento deve garantir 150 empregos directos e cerca de 250 indirectos, contando com pessoas envolvidas na recolha e separação do lixo, sendo a necessidade mínima de lixo de 200 mil toneladas.

O jornal adianta que a tecnologia já está a ser aplicada na Polónia e deverá chegar este ano à China.

Estudos feitos no Brasil, onde esta tecnologia esteve em estudo durante seis anos e já está a funcionar desde o ano passado, revelam que é possível com 150 toneladas de lixo gerar 2,6 megawatts de energia, isso tendo em conta a qualidade do lixo produzido.

No caso de Luanda, as 2.500 toneladas de lixo produzidas diariamente resultariam em 43 megawatts de energia, duas vezes e meia a capacidade da barragem hidroeléctrica de Chicapa, na província da Lunda-Sul, que abastece a cidade de Saurimo (4 Mw) e a mina de Catoca (12 Mw). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH