Angola: Construtora portuguesa ganha projecto em Cabinda

14 February 2008

Luanda, Angola, 14 Fev – A empresa portuguesa Mota-Engil ganhou o concurso internacional para a construção do novo cais do porto de Cabinda, afirmou quarta-feira o director da empresa portuária do enclave de Cabinda.

Osvaldo Lobo do Nascimento disse à agência noticiosa angolana Angop que alguns dos factores que determinaram o resultado do concurso foram a idoneidade e experiência da construtora portuguesa.

Ainda segundo Osvaldo Lobo do Nascimento, a Mota-Engil foi a empresa que entre as 16 concorrentes nacionais e estrangeiros, que melhor apresentou as propostas exigidas pela comissão criada para o efeito.

A decisão a favor da empresa portuguesa partiu de uma comissão coordenada pelo director provincial dos Transportes e Telecomunicações, Otiniel Niemba da Silva, com a colaboração de representantes das empresas locais de fiscalização, designadamente GID-Ltda, GIBB-Internacional e Soapro.

Esta nova estrutura portuária em Cabinda terá capacidade para receber cinco embarcações ao mesmo tempo ao longo de uma área útil de 45 mil metros quadrados, permitindo a movimentação de um milhão de toneladas, em contentores, por ano.

Em comunicado enviado à Comissao do Mercado de Valores Mobiliários de Portugal, a Mota-Engil informou ter a sua proposta ficado classificada em primeiro lugar no concurso público para adjudicação da empreitada de construção do novo cais do porto de Cabinda.

A Mota-Engil informa ainda que os trabalhos de construção no terceiro maior porto de Angola, de acordo com a proposta apresentada, ascendem a cerca de 96 milhões de dólares, e têm um prazo de execução previsto de 487 dias.

A carteira de encomendas do Grupo Mota-Engil em Angola, após a esperada adjudicação desta obra, ascenderá a cerca de 400 milhões de euros, pode ainda ler-se no comunicado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH