Moçambique: Consórcio luso-sul-africano vai limpar cidade de Maputo

14 February 2008

Maputo, Moçambique, 14 Fev – O consórcio constituído pelas empresas portuguesa EGF e sul-africana Neoquimica ganhou o concurso para a limpeza da área urbana de Maputo, nos próximos 3 anos, afirmou quarta-feira em Maputo o vereador para a área da Salubridade.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o vereador João Shwalbach adiantou que a concessão prevê a colocação pelo consórcio EGS/Neoquimica na “zona de cimento” de Maputo de “750 novos contentores e uma nova frota de carros”.

Para a limpeza da área suburbana da cidade, o concurso foi ganho pela firma sul-africana Environment Service, acrescentou Shwalbach.

As autoridades municipais de Maputo esperam “profundas melhorias” no saneamento da capital moçambicana, que, segundo Shwalbach, produz cerca de 1100 toneladas de lixo por dia.

O vereador para a área de Salubridade do município de Maputo não especificou a verba envolvida nos contratos com os consórcios que passarão a limpar Maputo, mas adiantou que serão mobilizados “milhões de dólares”.

A EGF, “sub-holding” do grupo Águas de Portugal para o negócio dos resíduos, gere já em Portugal, em parceria com 13 municípios, os sistemas multimunicipais de tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH