Brasil: Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Económico sugere a empresários que invistam em Macau

22 February 2008

São Paulo, Brasil, 22 Fev – O presidente da Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Económico (CBCDE), Paul Liu, disse a empresários brasileiros quarta-feira em São Paulo que Macau é o local ideal para quem pretende entrar no mercado chinês.

“Em Macau, o brasileiro tem uma vantagem”, apontou Liu, ressaltando a facilidade de investir num local onde uma das línguas oficiais é o português e que é considerado uma plataforma de integração da China com o mundo lusófono.

As declarações do presidente da CBCDE foram feitas durante uma palestra na CBCDE para apresentar Macau aos brasileiros.

“O encontro surgiu a partir de pedidos dos associados, que queriam saber mais sobre Macau”, disse à macauhub o presidente da CBCDE.

Durante cerca de uma hora, Paul Liu mostrou aos participantes dados sobre o crescimento e a economia da Região Administrativa Especial, com o intuito de motivar os empresários brasileiros a buscar negócios em Macau.

Entre os cerca de 20 empresários presentes estavam representantes dos sectores alimentício, bancário, odontológico, de comércio exterior, eventos, advocacia e transportes, entre outros.

Os empresários brasileiros fizeram perguntas sobre custo da mão-de-obra, impostos e burocracia em Macau.

Paul Liu considera que, apesar de todas as facilidades oferecidas pelo Governo de Macau, a presença dos brasileiros no território ainda é muito pequena.

“O brasileiro nunca foi muito voltado para explorar lá fora, acha melhor ficar por aqui e, com isso, perde muitas oportunidades”, acredita o presidente da CBCDE.

Entre as oportunidades por ele destacadas está uma oferta feita pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), que colocou à disposição dos brasileiros, por meio da CBCDE, salas para serem utilizadas como escritórios por seis meses.

Ele destacou ainda que a Câmara decidiu incluir, desde 2007, uma visita a Macau em todas as missões empresariais que levar à China.

Segundo Paul Liu, em 2008 a CBCDE organizará “quantas missões forem necessárias” para a China, estando já programadas viagens para feiras sectoriais, como a de Cantão e a Sial China 2008. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH