Angola: Ex-Im Bank do Estados Unidos facilita comércio com Angola

28 February 2008

Washington, Estados Unidos da América, 28 Fev – O Export-Import Bank dos Estados Unidos da América alterou a sua política para Angola, tendo passado a cobrir projectos de médio prazo (até sete anos), tanto do sector público como privado, informou terça-feira em Luanda a embaixada norte-americana.

De acordo com um comunicado da embaixada dos Estados Unidos em Angola, a expansão da política de cobertura do banco em Angola entrou em vigor a 15 de Fevereiro de 2008 e surge como reflexo da posição macroeconómica mais forte de Angola a nível externo.

“Nos últimos anos, Angola tem tido saldos positivos no orçamento e baixado a inflação. O aumento do PIB tem sido robusto e o país tem amortizado sistematicamente a sua dívida externa. Alguns destes sucessos devem-se aos preços mais elevados do petróleo, mas as reformas e as medidas tomadas pelo Governo também tiveram influência”, salienta o documento.

Os programas Ex-Im criam novas oportunidades para o desenvolvimento de negócios em ambos os países, dando aos exportadores angolanos acesso a instrumentos de financiamento adicionais, tais como garantias de crédito e seguro de crédito para exportação.

Também concedem a empresas norte-americanas acesso a financiamento de projectos, tornando-lhes mais fácil contribuir para o esforço em curso de reconstrução de Angola no pós-guerra.

O Ex-Im Bank é a agência oficial dos Estados Unidos de crédito à exportação, estando desde há 71 anos a ajudar a financiar a venda de produtos de exportação dos EUA sobretudo para mercados emergentes em todo o mundo, através da concessão de garantias de crédito, seguro do crédito para exportação e empréstimos directos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH