São Tomé e Príncipe: São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial querem estabelecer acordo de exploração conjunta de petróleo

3 March 2008

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 03 Mar – São Tomé e Príncipe e a Guiné Equatorial querem estabecer um acordo de exploração conjunta de bloco de petróleo situado na zona delimitação marítima entre os dois países, anunciou sexta-feira o presidente guinéu-equatoriano, Teodoro Obiang Nguema.

O anúncio feito por Obiang Nguema foi tornado público pela televisão nacional de São Tomé e Príncipe, TVS, numa reportagem “balanço” sobre a visita quinta-feira do Presidente são-tomense, Fradique de Menezes, a Malabo, capital da Guiné Equatorial, no âmbito de cooperação bilateral.

Tendo admitido a hipótese de existência de um bloco de petróleo dividido entre as fronteiras marítimas dos dois países, o chefe de Estado guinéu-equatoriano sublinhou que “estamos a estudar a possibilidade de uma exploração conjunta de bloco na zona de delimitação”.

Nguema defendeu ainda que a distribuição das receitas resultantes da exploração conjunta será efectuada de acordo com a potencialidade de eventuais blocos bem como a sua localização em termos de limitação de fronteira marítima entre os dois Estados, da zona do Golfo da Guiné, na costa ocidental de África, separados por mar numa distância de cerca de 300 quilómetros.

O acordo, que envolverá também as empresas petrolíferas interessadas, será concebido por uma comissão mista composta por técnicos das duas partes bem como por consultores internacionais, segundo o memorando de base de cooperação assinado quinta-feira em Malabo testemunhado pelos respectivos presidentes, Fradique de Menezes de São Tomé e Príncipe e Teodor Obing Nguema da Guiné Equatorial.

Enquanto a Guiné Equatorial já dispõe de experiência em matéria de exploração petrolífera, São Tomé e Príncipe encontra-se numa fase inicial desta actividade, com uma zona marítima exclusiva, cuja prospecção de blocos se prevê para final deste ano, juntando-se uma outra zona de exploração conjunta com a Nigéria, onde as descobertas ainda não justificaram uma exploração comercial.

Além do sector petrolífero, o acordo base de cooperação entre São Tomé e Príncipe e a Guiné Equatorial engloba ainda os sectores da floresta, infra-estruturas, educação, e transporte. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH