Moçambique: Governo à procura de dinheiro para construir barragem Moamba-Major

4 March 2008

Maputo, Moçambique, 04 Mar – O governo precisa de 360 milhões de dólares para construir a barragem Moamba-Major a fim de garantir, a longo prazo, o abastecimento de água à cidade de Maputo, afirmou segunda-feira em Maputo o ministro das Obras Públicas e Habitação, Felício Zacarias.

Em declarações ao jornal Notícias, de Maputo, o ministro disse que a barragem Moamba-Major é fundamental tendo em conta que a barragem dos Pequenos Libombos poderá não responder, no futuro, às necessidades de água potável na capital, tendo em conta o seu crescimento populacional e a procura industrial.

“Continuamos à procura de mais dinheiro para podermos construir a barragem e estamos em crer que podemos chegar a uma solução idêntica à de Mpanda N´cua, em que se encontre um parceiro que possa construi-la e geri-la em regime de concessão”, disse.

A ser concretizada, a barragem de Moamba-Major, que deverá ficar localizada a cerca de dez quilómetros da vila de Moamba, sobre o rio Incomáti, servirá igualmente como regulador de cheias naquela bacia e mitigador dos efeitos da estiagem em conjugação com a barragem de Corumana, sobre o rio Sábiè.

Uma consultoria técnica foi adjudicada em 2001 à empresa Norconsult que confirmou a necessidade de construção da barragem sobre o Incomáti.

Espera-se que, uma vez construída, a barragem de Moamba Major venha a permitir o reforço do fornecimento de cerca de 600 mil metros cúbicos de água por ano para o processo de produção da fábrica de alumínio Mozal e outras quantidades significativas para a fundição de ferro e aço.

Poderá propiciar igualmente a reabilitação e expansão das açucareiras de Xinavane e Maragra, com cerca de 11 mil hectares e garantir um caudal ecológico para a contenção da intrusão salina e a conservação do meio ambiente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH