São Tomé e Príncipe: Acordo com Guiné Equatorial exclui exploração conjunta de petróleo

6 March 2008

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 06 Mar – São Tomé e Príncipe assinou com a Guiné Equatorial um acordo geral de cooperação que abrange várias áreas mas exclui qualquer acordo no domínio da exploração conjunta de petróleo, afirmou quarta-feira o primeiro ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

No regresso a São Tomé de uma visita de três dias à Líbia e ao Gabão, de que não deu pormenores, Patrice Trovoada referiu-se ao acordo assinado há uma semana com a Guiné Equatorial, país com o qual São Tomé e Príncipe mantém laços de cooperação em diversos sectores.

“Fomos assinando acordos sectoriais, mas faltava o acordo principal, o que aconteceu agora com a assinatura de um acordo geral de cooperação”, disse Patrice Trovoada.

O primeiro-ministro são-tomense referiu ainda que o presidente da Guiné Equatorial abordou a possibilidade dos dois países virem, no futuro, a explorar em conjunto um bloco de petróleo, tendo insistido tratar-se apenas de uma possibilidade.

Fonte da Agencia Nacional de Petróleo confirmou igualmente à agência noticiosa portuguesa Lusa não existir qualquer acordo específico sobre petróleo com a vizinha Guiné Equatorial.

“Não existe nenhum acordo específico. O que existe com a Guiné Equatorial é um acordo de delimitação de fronteiras marítimas assinado em 2000, cujo documento está depositado nas Nações Unidas”, disse. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH