Macau: Governo aplica mais de 100 milhões de dólares para aliviar efeitos da inflação junto da população

12 March 2008

Macau, China, 12 Mar – O governo de Macau anunciou terça-feira que vai despender 814 milhões de patacas (101 milhões de dólares) numa série de apoios financeiros à população mais necessitada para aliviar a pressão dos efeitos da inflação.

A inflação em Macau atingiu, em Janeiro, 8,3 por cento, o valor mais elevado desde 1999.

As medidas, que entram em vigor em Abril, incluem dois tipos de subsídios com a duração de um ano, designadamente a comparticipação em despesas de consumo de energia eléctrica e um subsídio complementar para os empregados a tempo inteiro com salários baixos.

Entre Abril do corrente ano e Março de 2009, será definida a comparticipação mensal de 150 patacas nas tarifas de electricidade de cada fracção residencial num plano de comparticipação que representa um total estimado de encargos de 324 milhões de patacas para o governo.

O governo gastará ainda 350 milhões de patacas com cerca de 16 mil residentes locais, com mais de 40 anos de idade (…) possuam um rendimento médio mensal inferior a quatro mil patacas.

As novas medidas irão beneficiar igualmente 5200 agregados familiares que beneficiam de subsídios de assistência social num montante de cerca de 140 milhões de patacas.

A população de Macau está estimada em 530 mil pessoas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH