Moçambique: Governo diz que faltam cereais em Moçambique

13 March 2008

Maputo, Moçambique, 13 Mar – Moçambique defronta-se este ano com um défice de cereais de 1,25 milhões de toneladas, afirmou em Maputo o coordenador do Programa Nacional de Desenvolvimento Agrícola (Proagri), Fernando Songane.

Em declarações à agência noticiosa moçambicana AIM, Songane disse que, não obstante as melhorias registadas na produção de milho nos últimos anos, o país regista um défice de 500 mil toneladas.

Quanto ao arroz o país precisa de importar 400 mil toneladas anuais tendo ainda de importar a quase totalidade do trigo que consome com Songane a dizer que este ano é preciso comprar ao exterior 350 mil toneladas.

Songane realçou que a produtividade agrícola de Moçambique é muito baixa e advertiu que quanto ao milho, que tem a mais baixa produtividade de toda a África Austral, é necessário quadruplicá-la a fim de satisfazer o consumo.

A fim de se conseguir aumentar a produtividade, disse Songane, o país precisa de introduzir novas tecnologias agrícolas, sementes melhoradas, aumentar a utilização da irrigação, melhorar o controlo de pestes e melhorar o sistema de venda.

Na colheita de 2007, os agricultores moçambicanos produziram 2,168 milhões de toneladas de cereais, um aumento de 3,4 por cento face a 2006. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH