Moçambique: Banco Mundial e União Europeia apoiam formação em planeamento e gestão

26 March 2008

Maputo, Moçambique, 26 Mar – O Banco Mundial e a Comissão Europeia vão contribuir com 1,4 milhões de euros para financiar um projecto de formação em planeamento e gestão no domínio da energia em Moçambique, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O projecto, adianta o jornal, visa apoiar tecnicamente o Ministério da Energia a fazer um melhor aproveitamento de energias vegetais e fósseis nas áreas urbanas das cidades de Maputo, Beira, Nampula e Quelimane, bem como a melhorar o acesso às fontes energéticas nas zonas rurais.

O projecto, no qual o Banco Mundial comparticipa com 350 mil euros, surge no âmbito de uma facilidade de energia da União Europeia para os países da África, Caraíbas e Pacífico, após constatar que actualmente 1,6 mil milhões de pessoas no mundo – principalmente em áreas semi-urbanas dos países em desenvolvimento – não têm acesso a serviços de energia.

Assim, em Abril de 2004, o Conselho de Assuntos Gerais da União Europeia propôs a atribuição de 220 milhões de euros a uma facilidade ACP-CE para a energia financiada pelos mil milhões de euros condicionais do 9º FED (Fundo Europeu de Desenvolvimento).

O estabelecimento da Facilidade de Energia ACP-CE foi aprovado pelo Conselho de Ministros ACP/UE nas reuniões de Gaberone (Botswana) em Maio de 2004 e do Luxemburgo em Junho de 2005. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH