Moçambique: Produção de gás em Pande e Temane vai aumentar 50 por cento a partir de 2010

11 April 2008

Maputo, Moçambique, 11 Abr – A produção de gás natural em Pande e Temane vai ser aumentada em 50 por cento a partir de 2010, para dar resposta a uma forte procura que vai ocorrer em Moçambique e na África do Sul disse quinta-feira no Maputo a Ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias.

Segundo a ministra, citada pelo jornal Notícias as estimativas actuais de Pande (Gaza) e Temane (Beira) indicam para a produção de gás na ordem 120 milhões de gigajoules (cerca de 3 mil milhões de metros cúbicos) até ao final de 2008.

Esperança Bias, disse que está igualmente em estudo a exploração, a partir do gás de Pande e Temane, de gás de petróleo liquefeito- GPL (gás de cozinha) e de petróleo de iluminação condensado.

O projecto de exploração de gás iniciou-se em 2004 e a sua produção foi concedida a um consórcio entre a Sasol Petroleum Temane (SPT, uma filial moçambicana da SASOL) com 70 por cento, a Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos (CMH) com 25 por cento, e a IFC (Corporação Financeira Internacional) com 05 por cento.

O consórcio possui os direitos de exploração dos campos de gás de Pande e Temane durante trinta anos e um contrato de venda de gás que garante o fornecimento de 120 MGJ/ano (milhões de gigajoules) de gás durante 25 anos.

Esperança Bias que falava na VII Reunião de Economistas dos Países de Língua Oficial Portuguesa, disse ainda que face aos elevados níveis de procura, o total de reservas de gás em Pande e Temane está já comprometido através de contratos de venda a longo prazo.

A ministra disse igualmente que Moçambique possui um grande potencial geológico para novas descobertas de gás.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH