São Tomé e Príncipe: Governo vai procurar alternativas à EuroAtlantic na privatização da STP Airways

8 May 2008

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 08 Mai – O governo de São Tomé e Príncipe vai procurar alternativas à empresa portuguesa EuroAtlantic para a privatização da STP Airways, anunciou quarta-feira em São Tomé o ministro das Infra-estruturas, Obras Públicas e Urbanismo.

Arzemiro dos Prazeres referiu que, nos próximos dias, será enviada a Lisboa uma delegação governamental para informar a empresa portuguesa da decisão.

Em causa está o alegado impasse entre a EuroAtlantic e outros parceiros envolvidos na privatização da STP Airways na definição de quem irá gerir a empresa.

O ministro são-tomense defende que a STP Airways “deve retomar os seus voos assim que houver assinatura por parte do pacto de accionistas e da escritura do estatuto da companhia”.

O governante acrescentou que a EuroAtlantic está com dificuldades em assumir os actuais efectivos da empresa, além de não concordar com o facto da STP Airways poder vender as suas acções a outros accionistas.

No passado dia 28 de Abril, em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o director comercial da EuroAtlantic, Eugénio Fernandes, disse que “todas as partes que estão nesta parceria estão a fazer tudo para começar a operar rapidamente”, tendo sublinhado que concluída esta fase, seriam necessários “pelos menos 90 dias para começar as rotas internacionais”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH