Moçambique: Eximbank da China associa-se a BAD para financiar infra-estruturas em África

16 May 2008

Maputo, Moçambique, 16 Mai – O banco estatal chinês Eximbank e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) assinaram um acordo quinta-feira em Maputo para financiar projectos de infra-estruturas no continente africano.

O acordo, assinado à margem da 43ª reunião anual do BAD, visa colmatar as necessidades de financiamento para construção de estradas, portos, aeroportos ou hidroeléctricas, estimado pelo banco africano entre 30 mil milhões e 50 mil milhões de dólares ao ano.

“Dada a magnitude do montante, precisamos de todos os parceiros que conseguirmos para participar neste esforço e a China está-se a tornar num parceiro significativo”, afirmou na conferência que decorre na capital moçambicana Thierry de Longuemar, vice-presidente do BAD para as finanças.

Este é o segundo acordo do género para o BAD, depois de um primeiro em 2005, com o Banco do Japão para o Desenvolvimento Internacional.

Actualmente, a China é accionista do BAD e contribuinte para o Fundo de Desenvolvimento Africano.

Nos últimos anos, o Eximbank, instituição financeira estatal para apoio ao comércio externo, tem vindo a envolver-se em projectos em todo o continente, sendo um dos mais vultuosos o financiamento de projectos de reconstrução em Angola, através de duas linhas de crédito no valor de dois mil milhões de dólares cada uma. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH