Moçambique: Moza Banco começará a funcionar ainda este ano

19 May 2008

Maputo, Moçambique, 19 Mai – O Moza Banco irá entrar em funcionamento ainda este ano, afirmou em Maputo o governador do Banco de Moçambique, Ernesto Gove, citado pelo jornal Notícias, de Maputo.

A nova instituição financeira é um projecto de raiz moçambicana, que tem como accionistas de referência a Moçambique Capitais, uma sociedade local, e a Geocapital, sociedade com sede em Macau, que tem como accionistas fundadores os empresários de Macau e português, Stanley Ho e Jorge Ferro Ribeiro, respectivamente.

O economista moçambicano Prakash Ratilal, antigo governador do Banco de Moçambique, é o presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, enquanto o empresário, também moçambicano, Carlos Simbine, vai presidir à Mesa da Assembleia Geral.

A Moçambique Capitais – prosseguiu – tem uma participação de 51 por cento no capital do Moza Banco e agrega mais de centena e meia de investidores privados, quase todos pessoas individuais e empresas de Moçambique e a Geocapital controla os restantes 49 por cento.

Ernesto Gove disse ainda que o banco terá um capital inicial de 10 milhões de dólares, o que supera quatro vezes o capital mínimo exigido pela legislação moçambicana, que é de 2,5 milhões de dólares.

Ernesto Gove explicou o interesse de um banco do género no mercado nacional, tendo referido que há carência de recursos para o financiamento da actividade produtiva e os existentes utilizam recursos de curto prazo para financiar, o que os impede de se envolverem em operações de longo prazo.

O governador do Banco de Moçambique informou também que o Banco Terra, que foi apresentado publicamente no ano passado, poderá começar em breve a funcionar.

Com capitais holandeses e moçambicanos, o Banco Terra estará vocacionado para actividades do mundo rural, tais como operações a nível da agricultura. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH