Moçambique: Portos da Beira e Nacala vão ter obras de beneficiação

20 May 2008

Maputo, Moçambique, 20 Mai – Os portos da Beira e Nacala vão ser alvo de um programa de melhoramento e modernização no montante de 900 milhões de dólares para que possam receber mais navios e mais carga, afirmou sábado o ministro dos Transportes e Comunicações.

Em declarações ao jornal Notícias, de Maputo, Paulo Zucula disse que o programa de melhoramento dos dois portos inclui a reconstrução das redes rodoviária e ferroviária que ligam aqueles terminais aos países do interior, particularmente o Malawi, Zimbabwe e Zâmbia.

As verbas necessárias para a execução do programa serão da responsabilidade das empresas que obtiverem os contratos de concessão para modernização e gestão dos referidos portos, cujos concursos serão lançados em breve.

De acordo com o ministro, prevê-se que cerca de 400 milhões de dólares venham a ser investidos norto de Nacala e os restantes 500 milhões no porto da Beira.

Dados relativos a 2007 fornecidos pela Caminhos de Ferro de Moçambique indicam que o porto da Beira manuseou 2.961 mil toneladas e o de Nacala 1.100 mil toneladas, representando um crescimento em mais 224 mil e 150 mil toneladas, respectivamente, comparativamente ao ano económico de 2006.

No Porto de Nacala contribuíram para o crescimento as exportações de carga contentorizada e açúcar e importações de adubo, trigo, carga contentorizada e klinker pelo Malawi.

O tráfego internacional representa cerca de 97 por cento do total da carga manuseada nos portos moçambicanos, que em 2007 processaram 11.086 mil toneladas.

Cerca de 46 por cento da carga manuseada nos portos nacionais em 2007 era de ou para a África do Sul, 28 por cento para o Zimbabwe, 20 por cento para o Malawi, três por cento para a Zâmbia e outros três por cento para a Suazilândia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH