Macau: Fronteira entre Macau e China continental vai permitir movimento de 500 mil pessoas por dia a partir de 2010

26 May 2008

Macau, China, 26 Mai – A ampliação do posto fronteiriço das Portas do Cerco, entre Macau e o munícipio chinês de Zhuhai, que ficará concluída no final de 2009, vai permitir o movimento diário de meio milhão de pessoas, segundo fonte oficial.

Actualmente, a fronteira de Macau possui capacidade para um movimento diário de 300 mil pessoas.

As obras adjudicadas por cerca de 171 milhões de patacas (cerca de 22 milhões de dólares) à empresa CCECC (Macau) Companhia de Construção e Engenharia Civil China, vão permitir que a área do posto fronteiriço aumente de 17.880 para 23.120 metros quadrados.

As novas instalações permitirão aumentar de 52 para 98 os postos de atendimento e quintuplicar os pontos de passagem automática para residentes de Macau.

As melhorias na zona de turistas vão, no entanto, provocar uma redução da área para o movimento automóvel que diminuirá dos actuais 24 mil veículos diários para 21.600.

O projecto de arquitectura da ampliação do posto fronteiriço de Macau é da responsabilidade de José Catita que foi responsável por anteriores intervenções que melhoraram o movimento fronteiriço em 1992 e 2004.

Macau, com uma população de 543 mil pessoas, situa-se no sul da China, no delta do rio das Pérolas, a cerca de 60 quilómetros de Hong Kong e 80 quilómetros de Cantão e tem uma área de 29 quilómetros quadrados.

Destino turístico, Macau recebeu em 2007 mais de 27 milhões de pessoas, sendo que os visitantes de Hong Kong, China Continental e Taiwan representaram a grande maioria. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH