Brasil: Comércio com a China aumenta 44,7 por cento nos primeiros quatro meses de 2008

28 May 2008

São Paulo, Brasil, 28 Mai – O comércio do Brasil com a China continental, Macau e Hong Kong de Janeiro a Abril cresceu 44,7 por cento em termos homólogos para 9,8 mil milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A China Continental foi responsável por 92 por cento (8,9 mil milhões de dólares) das trocas com o Brasil, enquanto Macau e Hong Kong, juntos, chamaram a si 806 milhões de dólares.

Nos primeiros quatro meses de 2008 o Brasil exportou 3,9 mil milhões de dólares para os mercados chinês e as duas regiões administrativas especiais da China e importou da China 5,8 mil milhões de dólares, segundo os dados do MDIC.

O saldo da balança comercial nos primeiros quatro meses de 2008 é positivo para a China em 1,8 mil milhões de dólares, praticamente o mesmo valor da balança em 2007.

“Em todo o ano passado o Brasil teve um saldo negativo de 1,8 mil milhões com a China”, referiu à macauhub o Secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) do Brasil, Célio Porto.

Para além das exportações chinesas para o Brasil superarem as importações em valor, são também mais diversificadas.

Tanto em 2007 como nos primeiros meses do corrente ano, a soja e o minério de ferro corresponderam a mais da metade (cerca de 58 por cento) das vendas brasileiras ao mercado chinês.

De Janeiro a Abril de 2008, as exportações de soja e minério de ferro para a China somaram 2,3 mil milhões de dólares, um aumento de 23,5 por cento em relação ao mesmo período de 2007.

Os dois produtos que lideram a lista das vendas chinesas para o Brasil – partes para aparelhos de telefonia e dispositivos de cristal liquido (LCD) – representaram apenas 9 por cento do total dos quatro primeiros meses do ano (566 milhões de dólares) o que representa um aumento de 60 por cento em relação a igual período de 2007. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH