Moçambique: Nampula vai ter fábrica de óleo de rícino

2 June 2008

Nampula, Moçambique, 02 Jun – Um projecto agro-industrial avaliado em 4,5 milhões de dólares para a produção óleo de rícino está a ser implementado no distrito de Meconta, província de Nampula, de acordo com o sítio Zambézia online.

A primeira extracção de óleo vai acontecer em Julho próximo o que proporcionará à província a oportunidade de poupar 80 mil dólares gastos anualmente na importação deste produto, sobretudo a partir da Índia, para atender às necessidades das indústrias de processamento do caju.

A produção de rícino, cujo óleo já tem mercado garantido para as indústrias de perfumes e medicamentos a nível regional e continental, será feita em moldes de fomento pela Miranda Industrial, proponente do projecto, que tem uma concessão estimada em 12 mil hectares de terras no distrito de Meconta.

O fomento de rícino em Meconta abrange nesta fase de arranque cerca de dois mil produtores, prevendo-se que na próxima safra atinja um universo de mais de 25 mil produtores considerados suficiente para garantir a produção necessária para alimentar a fábrica.

O projecto emprega nesta primeira fase cerca de 700 trabalhadores entre efectivos e eventuais destacados no sector fabril e agrícola, facto que vem contribuir para a redução dos níveis de pobreza que afecta a população local influenciada pela falta de oportunidade de emprego.

António Miranda, proponente do projecto, disse que até ao momento investiu 2,5 milhões de dólares na construção das instalações onde a fábrica vai funcionar, incluindo a aquisição de parte significativa do equipamento.

O óleo de rícino é bastante procurado pela indústria de castanha de caju, onde serve para a lubrificação de grande parte dos equipamentos e na prevenção de lesões nos membros superiores dos trabalhadores envolvidos no processo de descasque daquele produto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH