São Tomé e Príncipe: FMI concede apoio de 680 mil dólares a São Tomé e Príncipe

23 June 2008

Washington, Estados Unidos da América, 23 Jun – O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou sexta-feira em Washington que vai disponibilizar a São Tomé e Príncipe uma verba de 680 mil dólares, que esgota o montante disponível ao abrigo do actual quadro de apoio bilateral.

Dando como válidas as políticas e acções do governo, o FMI afirma em comunicado que aprovou o crédito apesar de as autoridades terem falhado algumas das metas definidas no acordo de há três anos, como as quantitativas do défice fiscal primário e crédito líquido ao Governo e as estruturais da gestão das finanças públicas.

Para Murilo Portugal, o brasileiro director-adjunto do FMI, o desempenho económico do arquipélago foi “robusto” e registaram-se “progressos” na redução dos desequilíbrios fiscais e da dívida pública.

Contudo, refere, “estes desenvolvimentos favoráveis foram acompanhados por uma aceleração da inflação. Um descontrolo das despesas e a falta de controlo efectivo da base monetária aumentaram a pressão sobre a inflação e depreciação cambial”.

Entre as recomendações, o FMI sublinha a “elevada prioridade” das reformas do sector financeiro e melhoria do ambiente de negócios.

Com o novo crédito, totaliza 4,77 milhões de dólares o apoio concedido ao programa económico do governo 2005-2008, ao abrigo do Programa de Crescimento e Redução da Pobreza (PRGF, na sigla inglesa), adianta o FMI.

Esta semana, o Banco Mundial anunciou a concessão de um apoio de seis milhões de dólares a São Tomé e Príncipe para apoio às reformas governamentais nos próximos dois anos, incluindo fiscais e do sector petrolífero. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH