São Tomé e Príncipe: STP Airways retoma voos para a Europa

24 June 2008

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 24 Jun – A companhia aérea de São Tomé e Príncipe STP-Airways retoma, dentro de 90 dias, voos para a Europa via Portugal, após 11 meses de suspensão por falta de aeronaves, anunciou segunda-feira o presidente da companhia, Felisberto Neto.

A STP-Airways suspendeu em Julho de 2007 os dois voos semanais que dispunha para Lisboa, Portugal, como consequência da interdição da entrada no espaço aéreo europeu dos aviões da transportadora aérea angolana Taag, que assegurava estas ligações em nome da companhia de bandeira são-tomense.

Em declarações aos jornalistas, o presidente das linhas áreas de São Tomé e Príncipe garantiu a retoma de voos na sequência de um novo acordo assinado segunda-feira no cartório notarial da capital são-tomense, com a companhia portuguesa, a Euro-Atlantic, um banco privado de capital angolano, o Banco Equador, com sede em São Tomé e uma empresa privada, a GIAS, que detém a gestão de um hotel no arquipélago.

Felisberto Neto sublinhou ter ficado definido que as operações teriam início 90 dias a contar da data de assinatura do acordo”.

Com um capital social a rondar 2 milhões de dólares, a STP-Airways passa a ser gerida pela Euro-Atlantic que detém 37 por cento das acções, enquanto o Estado são-tomense tem 35 por cento e os outros dois accionistas, o Banco Equador e empresa GIAS, têm 14 por cento cada.

Tendo surgido em substituição da extinta Air São-Tomé que detinha uma parceria com a portuguesa TAP, a companhia são-tomense, que não dispõe de aeronaves próprias, começou a operar em Fevereiro de 2007 através do Boeing do tipo 737-700 da Taag.

Com a retoma dos voos directos entre Portugal e São Tomé e Príncipe através dos aparelhos da Euro-Atlantic, a STP-Airways voltará a quebrar o monopólio que a TAP-Airportugal ainda detém desta rota no arquipélago. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH