Moçambique: Novas tecnologias em ensaio no projecto de areias pesadas de Chibuto

14 July 2008

Maputo, Moçambique, 14 Jul – A BHP Billiton está a ensaiar novas tecnologias que permitam a viabilização do projecto de areias pesadas do Chibuto, penalizado pela subida dos preços dos combustíveis e pela escassez de energia eléctrica na região, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O jornal adianta que durante vários anos o projecto esteve condicionado à disponibilização de corrente eléctrica na região de Chibuto, mas o último modelo proposto recomenda a deslocação da unidade de processamento das areias para a região de Beluluane, no distrito de Boane, em Maputo.

Fonte da Direcção Nacional dos Recursos Minerais disse na semana passada ao Notícias que os trabalhos em curso cingem-se ao uso de novas tecnologias que estão na fase de teste em termos mundiais e que se acredita possam gerar mais rendimentos, tornando o projecto das areais pesadas de Chibuto mais viável do que o que estava anteriormente provado.

A nova tecnologia permite a obtenção no processamento das areias pesadas de mais dois subprodutos, rotilo e ferro, totalizando deste modo cinco subprodutos possíveis de serem extraídos.

No passado recente, a Corridor Sands, proprietária do projecto das areias pesadas, foi adquirida pela BHP Billiton, facto que levou a que esta entidade tivesse que rever a viabilidade do projecto no quadro da sua carteira de negócios.

Nessa mesma revisão foi considerada a necessidade do processamento das areias na região de Beluluane, o que é para já uma boa oportunidade, atendendo ao conjunto de infra-estruturas já existentes na zona.

Além de controlar a Corridor Sands, a BHP Billiton é accionista maioritária da Mozal, pelo que tendo uma fábrica adjacente a esta pode obter sinergias com uma indústria que está bem estabelecida na área e daí colher os benefícios das infra-estruturas existentes.

Em Beluluane poderão ser instalados dois fornos e o produto da fundição será em forma de ferro fundido de elevada pureza, que será exportado em forma de lingotes, sendo a produção prevista de 134.798 toneladas por ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH