Angola: Recuperação de infra-estruturas em Angola é prioridade da cooperação com o Brasil

21 July 2008

Rio de Janeiro, Brasil, 21 Jul – O ministro dos Negócios Estrangeiros de Angola, João Bernardo Miranda, considerou estratégica a cooperação com o Brasil, estabelecendo como prioridade a recuperação de infra-estruturas em Angola.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa após um encontro com o seu congénere brasileiro, Celso Amorim, na quinta-feira, no Rio de Janeiro, o chefe da diplomacia angolana afirmou que “a prioridade imediata são as infra-estruturas nas cidades angolanas como o tratamento de água e energia”.

A I Reunião de Consultas Políticas Brasil-Angola foi criada por ocasião da visita do Presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, a Angola, em Outubro de 2007, e serviu como marco inicial para dinamizar as iniciativas de cooperação bilateral e preparar a visita ao Brasil do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, prevista para o próximo ano.

Ainda segundo Miranda, é preciso haver maior aproximação e estreitar os laços de comunicação entre os dois países.

“Há um défice muito grande de informação sobre a África, assim como nós também temos um défice significativo por parte de Angola sobre o Brasil”, disse.

Actualmente, há em Angola mais de 30 empresas brasileiras e a tendência é a de que este número aumente, face às elevadas taxas de crescimento registadas pelo país africano.

No ano passado, o comércio entre o Brasil e Angola somou 2.164 milhões de dólares e, só no primeiro semestre deste ano, as trocas comerciais entre os dois países já chegaram a 1.957 milhões de dólares.

De acordo com o governo brasileiro, de 2003 a 2007, esse montante aumentou quase nove vezes. E neste mesmo período, as exportações brasileiras passaram de 235 milhões de dólares para 1,21 mil milhões. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH