Brasil: Grupo português Sonae pretende aumentar negócios no Brasil

23 July 2008

São Paulo, Brasil, 23 Jul – O grupo português Sonae pretende alargar a sua actividade seguradora no Brasil através de aquisições e inicia este ano o abastecimento da sua rede de retalho na Europa com produtos brasileiros, afirmou o seu presidente Paulo Azevedo citado pelo jornal brasileiro Valor Económico.

Os planos para o Brasil – onde o grupo chegou em 1989 – também contemplam a vontade de ser reconhecido como um conglomerado que actua em diversos sectores e com posições de liderança na Europa, como operador de centros comerciais, e no mundo, como fabricante de painéis de madeira (MDF).

“Somos mais conhecidos no Brasil pela actividade de retalho, mas actuamos em diversos sectores”, adiantou Paulo Azevedo, que antes de assumir a liderança do grupo no ano passado, comandou a divisão de telecomunicações e tecnologia de informação do grupo.

Paulo Azevedo pretende ampliar a parceria com a família Feffer, dona da fabricante de celulose Suzano e sócia dos Azevedo na seguradora Lazam-MDS no Brasil.

Está previsto em 2008 um investimento de 35 milhões de euros na Lazam-MDS e a prioridade é comprar outras corretoras de seguros e operar na área de resseguro.

Por outro lado, o grupo abriu uma empresa em São Paulo que terá por objectivo comprar produtos brasileiros para abastecer a rede de retalho da Sonae Distribuição.

A “trading” no Brasil é a terceira aberta pelo grupo, depois de Hong Kong e Índia.

No Brasil a Sonae Sierra é proprietária de nove centros comerciais, já em funcionamento, e está com mais três em carteira a serem abertos em ainda neste ano, em Manaus (AM), em 2009, em Londrina (PR), e em 2010, em Uberlândia (MG).

A maior facturação do grupo português no Brasil dá-se na indústria. A Tafibrás, dona da Tafisa, que fabrica aglomerados de madeira (MDF) no Paraná, chegou em 2007 a facturar 410,7 milhões de reais, com lucro líquido de 60,1 milhões de reais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH