China: Autoridades de Guangdong vão gastar cinco mil milhões de dólares em apoio às PME de Hong Kong

24 July 2008

Cantão, China, 24 Jul – As autoridades da província chinesa de Guangdong, no sul do país, vão gastar 40.000 milhões de yuan (cinco mil milhões de dólares) no apoio às pequenas e médias empresas de Hong Kong para relocalizarem as suas operações noutras zonas da província.

Wang Yang, secretário do partido comunista em Guangdong, revelou que mais de 30.000 pequenas e médias empresas da Região Administrativa Especial de Hong Kong cancelaram os seus registos na província chinesa, ou seja mais 35 por cento face aos números de 2007.

O governo provincial irá encorajar as empresas a deslocarem os seus serviços para as zonas este, oeste e norte da província e em troca as companhias vão receber electricidade, água e subsídios de transporte.

“As pequenas e médias empresas de Hong Kong possuem um futuro brilhante em Guangdong”, afirmou Wang Yang.

O secretário do partido reconheceu também a grande importância e objectivo da cooperação entre Hong Kong e Guangdong.

mesmo responsável assinalou também que nem Shenzhen, cidade chinesa adjacente a Hong Kong, nem Cantão capital da província de Guangdong, podem substituir Hong Kong como plataforma financeira internacional e considerou esse estatuto de Hong Kong como benéfico para o desenvolvimento de Guangdong.

“Reforçar a cooperação com Hong Kong continua a ser uma importante tarefa para Guangdong ao mesmo tempo que estamos a desenvolver uma economia de inovação”, disse.

A província de Guangdong, que faz fronteira com as Regiões Administrativas Especiais de Hong Kong e Macau, é uma região cujo desenvolvimento tem sido potenciado pelo investimento estrangeiro que fez aumentar o Produto Interno Bruto de 8.000 milhões de dólares em 1980 para 221,2 milhões de dólares em 2005.

Nos últimos anos o governo provincial está a tentar substituir a indústria poluente e de mão-de- obra intensiva por novas tecnologias nomeadamente no sector de informática e telecomunicações.

Numa visita a Guangdong realizada no inicio da semana o primeiro ministro chinês Wen Jiabao apelou às autoridades e às empresas locais para reestruturarem rápidamente as suas indústrias de modo a tornar a província num centro regional de serviços modernos e de valor acrescentado.
(macauhub)

MACAUHUB FRENCH