Moçambique: Roubos prejudicam açucareira de Mafambisse

30 July 2008

Maputo, Moçambique, 30 Jul – O roubo de material de irrigação custou à produtora de açúcar de Mafambisse, província de Sofala, pelos menos 188 milhões de meticais (7,8 milhões de dólares) entre Janeiro e Maio deste ano, de acordo com o jornal Diário de Moçambique, da Beira.

O jornal diz que os ladrões subtraem canos, torneiras, abraçadeiras e tudo o que o seja feito de metal bem como os cabos eléctricos que fornecem energia às instalações.

De acordo com o director da empresa, Paul Devilliers, o problema agravou-se este ano relativamente a 2007 pois nos primeiros cinco meses do ano já foram roubados 50 mil metros de cabo de cobre contra apenas 18 mil metros no ano passado.

O metal roubado é fundido para produzir artigos domésticos, normalmente panelas e frigideiras de alumínio, com um responsável da empresa a argumentar que a proliferação das fabriquetas artesanais é a causa principal dos roubos.

A empresa de Mafambisse explora 9500 hectares de cana-de-açúcar sendo uma das duas plantações em Moçambique detidas pelo grupo sul-africano Tongaat Hulett. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH