Portugal: Vendas para Angola cresceram 25 por cento no 1º semestre

13 August 2008

Lisboa, Portugal, 13 Ago – Angola é um mercado cada vez mais importante para as exportações portuguesas, devendo valer até ao final do ano pelo menos 1,9 mil milhões de euros, de acordo com um artigo publicado segunda-feira pelo Diário Económico, de Lisboa.

“Máquinas, materiais de construção, instalações eléctricas, alimentos, carros, cerveja, cutelaria, papel são alguns dos produtos que explicam a forte subida das exportações portuguesas para Angola, país que absorve já quase 5 por cento das vendas totais de Portugal ao exterior”, adianta o jornal.

No primeiro semestre, Angola rendeu às empresas portuguesas mais de 955 milhões de euros em facturação, 25 por cento mais do que no mesmo período do ano passado e se a tendência se mantiver no segundo semestre as vendas ultrapassarão facilmente 1,9 mil milhões de euros em 2008.

Angola tornou-se, este ano, o melhor cliente das exportações portuguesas fora da Europa. Passou a ocupar o quinto lugar, ultrapassando os Estados Unidos. Mais recentemente suplantou a Itália. E, nos próximos meses, deverá destronar o Reino Unido como quarto maior destino já que este compra cada vez menos. Quando tal acontecer à sua frente ficarão apenas três países: Espanha, Alemanha e França.

Ainda de acordo com o jornal, Angola está a ser uma ajuda importante para que a economia portuguesa consiga amortecer os efeitos nocivos da crise que faz travar a maioria dos parceiros mais desenvolvidos.

Espanha, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Estados Unidos absorvem, no seu conjunto, dois terços das exportações, mas enfrentam problemas sérios, que vão desde a recessão iminente à travagem pronunciada do crescimento.

Pelo contrário, a economia angolana está a crescer a um ritmo elevado, sendo que em 2007 esse crescimento foi de 20 por cento, este ano deverá diminuir para 11,5 por cento e baixar para 5,1 por cento em 2009. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH