Angola: Iluminação permitiu aumentar produção do porto do Lobito

15 August 2008

Lobito, Angola, 15 Ago – A iluminação do recinto portuário do Lobito aumentou a produção ao permitir o processamento de mercadorias 24 horas por dia, disse o director-geral do porto do Lobito, José Carlos Gomes.

De acordo com a agência noticiosa angolana Angop, Gomes disse ainda que os investimentos efectuados na iluminação do recinto e compra de máquinas para o manuseamento de cargas estão a surtir o efeitos desejado que é o de desenvolver a economia rapidamente.

A título de exemplos, no ano económico transacto o porto manuseou mais de um 1,5 milhões de toneladas de mercadorias diversas, uma meta nunca atingida pela empresa desde que o país se tornou independente em 1975.

As autoridades portuárias esperam superar os níveis alcançados em 2007, a julgar pelo movimento de equipamentos de reconstrução que se regista, com destaque do material de reconstrução do caminho-de-ferro de Benguela, o chamado corredor do Lobito.

Actualmente, a direcção da empresa está apostada nos projectos de pavimentação do recinto portuário, construção do porto seco e da substituição da linha férrea que permite o escoamento de mercadorias através de comboios.

Com os três projectos já em curso, a direcção pretende agilizar mais a actividade de manuseamento de cargas, garantir a conservação e durabilidade de equipamentos de ponta adquiridos recentemente, bem como evitar o congestionamento de mercadorias.

O porto do Lobito, localizado na costa Ocidental do Atlântico Sul do continente africano, foi criado em 1928 com o fito de permitir o escoamento do minério de Katanga (RD do Congo), através do caminhos-de-ferro de Benguela. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH