Moçambique: Redução do apoio sueco a Moçambique será coberta por receitas internas

19 August 2008

Maputo, Moçambique, 19 Ago – O governo de Moçambique vai utilizar receitas internas para cobrir a lacuna deixada no Orçamento de Estado para este ano pela redução da ajuda da Suécia, afirmou em Maputo o ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, Cuereneia referia-se à recente decisão da Suécia de reduzir em cerca de 3,3 milhões de dólares o seu apoio ao Orçamento de Estado devido à alegada falta de progressos no combate à corrupção.

A Suécia é um dos 19 países e instituições que canalizam apoio directo ao Orçamento de Estado de Moçambique.

“Moçambique tem formas de cobrir esta situação através das receitas internas e da contribuição dos parceiros que estão agora a trabalhar connosco”, disse o ministro.

Cuereneia disse ainda não ter informação oficial sobre a pretensão da Dinamarca, segunda-feira anunciada, de reduzir o seu apoio a Moçambique caso não se verifiquem avanços nos esforços de combate à corrupção.

Aiuba Cuereneia disse ainda que o país tem estado a registar progressos no que respeita ao combate à corrupção, facto resultante do reforço das instituições nacionais de justiça.

“Um dos grandes problemas era o relacionado com o processo do Banco Austral. A Procuradoria-Geral da República já começou a fazer audições e o Ministério das Finanças já forneceu os montantes dos valores em dinheiro que tinham sido atribuídos pelo banco a vários mutuários”, referiu. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH