Moçambique: Empresa chinesa Construção CCM, Lda. vai construir três edifícios da justiça

21 August 2008

Maputo, Moçambique, 21 Ago – A empresa chinesa Construção CCM, Lda vai construir, na capital moçambicana, três edifícios, onde passarão a funcionar o Palácio de Justiça, a Procuradoria Geral da República e o Gabinete Central de Combate à Corrupção.

Não foi avançado o valor que será absorvido para as três construções mas a Macauhub sabe que se trata de um crédito chinês e que o edifício da Procuradoria está orçado em 40 milhões de dólares.

As obras a serem levadas a cabo pela Construção CCM Lda. deverão durar 24 meses e decorrerão em simultâneo.

Na sexta-feira, dia 22 de Agosto, a ministra da justiça moçambicana, Maria Benvinda Levi, acompanhada pelo presidente do Tribunal Supremo, Mário Mangaze e o vice-procurador geral da república, Carlos Edmundo Alberto, vai lançar a primeira pedra.

Empresas chinesas têm-se destacado nas grandes obras em Moçambique, principalmente públicas, sendo de referir a construção do centro de conferências Joaquim Chissano.

Uma outra empresa chinesa, a Anhui Foreign Economic Construction (AFEC), está a recuperar e modernizar o principal aeroporto moçambicano, uma empreitada orçada em 75 milhões de dólares, também crédito chinês.

Uma outra empresa está à frente da construção do novo estádio de futebol, nos arredores da capital moçambicana, também com crédito chinês. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH