Angola: Porto do Lobito pode ultrapassar movimento do de Luanda

22 August 2008

Benguela, Angola, 22 Ago – O movimento do porto do Lobito pode ultrapassar o de Luanda se o ritmo de crescimento actual se mantiver, afirmou à agência noticiosa portuguesa Lusa o delegado regional do Gabinete de Reconstrução Nacional de Benguela, Fernandes Andrade.

Construído como porto de exportação para minério de países vizinhos, pesca e produtos agrícolas angolanos, o porto do Lobito, na província de Benguela, “está agora a funcionar como porto de importação” disse Fernandes Andrade, para acrescentar que, apesar de ainda não ter ultrapassado o volume de descargas do de Luanda, “para lá caminha se continuar a este ritmo”.

O porto do Lobito, referiu, “é um projecto muito ambicioso, com várias fases, e que poderá, no final de 2009, ter uma cara diferente”.

De acordo com a administração portuária do Lobito, o plano estratégico preparado por uma consultora de Hamburgo, sob a inspiração de “O caminho mais curto para a Europa”, face à concorrência da África do Sul, envolve a construção de um porto seco e um terminal de minério.

Quando estiverem concluídas as obras de melhoramento no porto e a reconstrução dos CFB, as duas infra-estruturas poderão escoar produtos do interior de Angola e de minérios dos países vizinhos, que usam actualmente o corredor da África do Sul.

Por outro lado, “a nova refinaria do Lobito, quando estiver pronta, pode dar um grande impulso, não só aos CFB como também ao porto, porque há petróleo refinado aqui que pode ser crucial para os países interiores na África Austral e Central”, salientou Fernandes Andrade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH