Portugal: Défice externo português sobe 31 por cento até Junho

22 August 2008

Lisboa, Portugal, 22 Ago – O défice externo português aumentou 31 por cento na primeira metade do ano, com os portugueses cada vez mais endividados junto do exterior, de acordo com os dados do Banco de Portugal quinta-feira divulgados em Lisboa.

De acordo com o boletim estatístico, entre Janeiro e Junho as necessidades de financiamento externas (medidas pelo défice conjunto das balanças corrente e de capital) subiram em 2102 milhões de euros para 8,8 mil milhões de euros.

A justificar esta subida está o aumento do défice da balança corrente (com uma subida do défice da balança de mercadorias e de rendimentos), já que o excedente da balança de capital cresceu.

No último relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), a instituição alertou para a necessidade de os portugueses aumentarem a poupança para limitar o défice externo, dizendo que todos os sectores se devem ajustar e poupar mais.

Em Julho, o Banco de Portugal anunciou, no boletim económico de Verão, que o défice externo português deve subir este ano para perto dos 11 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), o valor mais elevado em 26 anos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH