Angola: Reconstrução do Caminho-de-Ferro de Luanda, por empresa chinesa, fica concluída em Novembro

28 August 2008

Luanda, Angola, 28 Ago – A reconstrução do Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL), em curso desde 2003, vai ficar concluída em Novembro próximo, com o restauro de dois quilómetros do trecho Bungo/Texatang e de 12 quilómetros entre Viana/Baía, afirmou em Luanda o director de projectos da empresa.

Orçado em cerca de 90 milhões de dólares, o projecto de reconstrução do Caminho-de-Ferro de Luanda está a ser implementado pela empresa chinesa CMEC-TEC.

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop, Paulo Cuenza disse que a reconstrução do primeiro troço está condicionada à construção de duas passagens inferiores nas imediações da Boavista, onde as obras, da responsabilidade do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), estão a ser executadas pela brasileira Empresa Sul-americana de Montagens (Emsa).

Segundo informou, estão prontas as quatro estações e oito subestações afectas ao CFL, que estão a receber arranjos nas áreas de electricidade, pintura, climatização, ladrilho, canalização e a recuperação de 6,3 quilómetros da ferrovia Musseques/Textang.

Até Novembro, disse, prevê-se concluir todas as obras ligadas ao projecto de reconstrução do CFL, que inclui também a construção de 25 pontes para peões, reparação da oficina do Cazenga, a colocação de 12 cancelas automáticas, semáforos, instalação de sistemas sonoro e de comunicação, entre outros.

A fonte acrescentou estar já restaurado o edifício sede do CFL, faltando para o seu funcionamento a instalação do sistema de comunicação.

Das obras em curso destacou também a montagem de mais de dez passagens superiores, a vedação de 20,5 quilómetros da linha-férrea Bungo/Baía, a recuperação de cerca de 22 quilómetros da linha-férrea entre a Textang e Viana, entre outras a serem executadas até final do ano.

Em resultado destas obras, o comboio, que esteve parado mais de dez anos, voltou a operar em Maio de 2007, mas limitado ao troço Musseques/Viana. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH