Brasil: Missão de Macau a São Paulo aproxima empresários e fomenta negócios

1 September 2008

São Paulo, Brasil, 1 Set – Empresas brasileiras produtoras de bens alimentares deverão começar a vender os seus produtos em Macau, afirmou sexta-feira em São Paulo à macauhub Echo Chan, Administradora do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (Ipim).

Echo Chan disse ainda ter feito o convite para que empresários brasileiros participem da 13ª Feira Internacional de Macau (MIF, na sigla em inglês), que acontecerá de 23 a 26 de Outubro de 2008.

Empresários brasileiros e de Macau encontraram-se durante a semana passada em São Paulo, por onde uma missão liderada pelo Ipim esteve durante dias para promover o território no Brasil e apresentar o país sul-americano aos integrantes da missão.

O grupo de Macau, composto 14 empresários e representantes do Ipim, participou de bolsas de contactos e de reuniões com membros do governo de São Paulo, visitou uma feira de cosméticos e o porto de Santos no estado de São Paulo.

Echo Chan disse que a missão ao Brasil teve dois objectivos principais: “trazer empresários para conhecer um pouco do país e promover Macau aqui, principalmente no sector de serviços”.

Os empresários macaenses que participaram da missão são principalmente dos ramos de alimentos e convenções e feiras, disse Echo Chan, mas também dos setores de construção civil, farmacêutico, electrónico, químico, de educação, vestuário e financeiro.

Sobre a instalação de uma unidade representativa em São Paulo, Echo Chan disse que ainda não há planos. “Mas já temos um apoio grande da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), da Apex [Agência de Promoção de Exportações e Investimentos] e da comunidade macaense no Brasil”, ressaltou a diretora do Ipim.

As trocas comerciais entre o Estado de São Paulo e Macau duplicaram até Julho de 2008 para 3,341 milhões de dólares em comparação com o período de Janeiro a Julho de 2007 (1,548 milhões de dólares), de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior do Brasil (MDIC).

O Estado de São Paulo foi responsável por 40,5 por cento do total comercializado entre o Brasil e Macau nos sete primeiros meses do ano. As trocas comerciais Macau-Brasil ascenderam a 8,231 milhões de dólares no período.

Após a passagem por São Paulo, a missão de Macau seguiu para Maputo, a capital moçambicana. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH