Angola: Angola vai pedir notação financeira (“rating”) para avaliar qualidade do crédito

2 September 2008

Luanda, Angola, 2 Set – Angola está a preparar-se para pedir a uma das principais agências internacionais de notação financeira (“rating”) que avalie a qualidade do crédito do país, revelou segunda-feira o ministro das Finanças angolano.

“É crucial que consigamos juntar todos os parâmetros que nos permitam ter uma boa notação… talvez um B+”, afirmou o ministro José Pedro de Morais ao semanário Jornal de Economia e Finanças.

“Neste momento, estamos a preparar o nosso país para pedir um `rating´. Vamos escolher uma das três agências no mercado” – Fitch Ratings, Standard & Poor’s ou Moody’s, referiu ainda o ministro angolano.

Com um máximo de “AAA” e um mínimo de “C”, os “ratings” são actualmente instrumentos importantes na negociação das condições de concessão de crédito a um país ou empresa – o retorno (juro) exigido pelo credor será tanto mais baixo quanto menor for a probabilidade de incumprimento.

A atribuição de um rating “B” a Angola colocaria o país logo acima da mais baixa fasquia, a dos “C”, mas com perspectivas de melhoria.

Na entrevista ao jornal angolano, Morais afirmou ainda esperar que o Banco Mundial aumente o financiamento a Angola, em condições de mercado mais favoráveis, já a partir de Dezembro deste ano.

Lembrou ainda que Angola já acertou o pagamento das dívidas para com o Clube de Paris, que agrupa 19 dos países mais ricos do mundo.

“Fizemos grandes progressos. O nosso Produto Interno Bruto vem duplicando em cada três anos. Haverá um abrandamento económico nos próximos cinco anos, mas a economia vai continuar forte”, defendeu o governante angolano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH